quarta-feira, 10 de julho de 2013

[Semana do poema] #3 Tipos de poema!!

Olá pessoal!!
Estão gostando da semana do poema??
O que me inspirou a fazer essa semana do poema foi algumas leituras na escola de poemas e a atividade de construção de um poema.Antes de conhecer mais, acreditava que, para fazer um poema era só escrever, simples assim!Então quando tive que fazer um poema percebi que não é assim tão fácil!!
Mas hoje vamos ver quais são os tipos de poema existentes.

a)Acalanto
- sua origem perde-se no tempo. É um canto popular, singelo, em geral onomatopaico, destinado a embalar o sono das crianças. É cultivado em todas as partes do mundo.

b)Acróstico
- espécie de mensagem cifrada, oculta no poema, o acróstico se revela pela leitura, na vertical, das letras iniciais (ou mediais) do poema.Vem de tempos remotos; é encontrado na literatura greco-romana, medieval, renascentista, barroca e chegou aos nossos dias.


c)Balada
- composto por três oitavas ou três décimas, que têm as mesmas rimas, seguidas de uma quadra ou quintilha. Sua origem é remota, são cantos medievais italianos,breves, narrativos ou líricos cuja matéria era retirada das lendas populares, anônimas e simples, que contavam eventos trágicos ou cômicos. Essencialmente populares, e transmitidas oralmente, as baladas apresentavam peculiaridades específicas em cada país.

d)Canção
- a canção clássica (italiana ou petrarquiana) é sempre um canto de amor e de saudade. Normalmente, principia pela descrição do cenário onde o poeta evoca a amada; segue-se a lembrança do amor quando nasceu, cresceu e ausentou-se, mas continua a alimentar a vida no poeta. Mesmo quando canta desventuras da vida, a lembrança da mulher amada surge para amenizar a dor e a solidão. Sua estrutura estrófica é bastante variável, bem como o sistema de rimas.

e)Elegia
- poema de lamento pela morte de alguém amado. Tem sido cultivada desde a Antiguidade greco-romana e chegou ao Romantismo.Caracteriza-se pela composição longa de versos que expressam estados de espírito de tristeza ou dor.

f)Haicai
- poema de origem japonesa, composto por três versos, sendo o primeiro e o último pentassílabos e o segundo heptassílabo. Originalmente não possui rima; no Brasil, vem sendo retomado de maneira rimada.

g)Idílio,Égloga
- etimologicamente, idílio é uma pequena ode. O grego Teócrito foi seu primeiro cultor e, como seu assunto era pastoril, a palavra "idílio" passou a caracterizar "poesia pastoril". Mais tarde, o romano Vergílio chamou de égloga ou bucólica a sua poesia pastoril. Daí a difusão dos três termos como sinônimos, no Renascimento e no Arcadismo. Idílio e Égloga nunca tiveram estruturas formais fixas; identificam-se pelo conteúdo: cantamos encantos da vida bucólica. O Idílio com o predomínio da ternura e sentimentalidade; a Égloga com maior visão filosófica da realidade.

h)Rondó
- formado de três estrofes: uma quintilha, um terceto e outra quintilha, com estribilho constante.

i)Sextina
- composição de seis sextilhas e um terceto, apresenta versos decassílabos.

j)Soneto
- poema composto de 14 versos, sendo dois quartetos e dois tercetos. Apresenta, geralmente, versos decassílabos ou alexandrinos. Foi criado no século XIII, na Itália , e levado a sua máxima perfeição por Dante e Petrarca. Através dos tempos tem sido o mais cultivado dos poemas de forma fixa.

k)Trova ou Quadrinha
- poema popular de quatro versos e de métrica e rima variáveis. Geralmente encerra um pensamento ou uma "filosofia" insólita.


l)Vilancete

- composto por um terceto e duas oitavas.


Gostaram??Confesso que eu conheci novos tipos de poemas agora e também relembrei alguns tipos que já tinha visto anteriormente!

Comentem!
Beijos EmyLu

Um comentário:

  1. Nossa tem muito mais do que nós vimos na aula né?! Bjss

    ResponderExcluir

Adoraria saber sua opinião sobre o post!
*Comentários exclusivos para divulgação serão excluídos,mas se quiser deixe o link de seu blog no final do comentário que,assim que possível,retribuirei o comentário!